Dias contados



Mulheres escalpeladas sob apreensão porque em fevereiro terão que desocupar prédio de localização estratégica para a atividade delas, no Igarapé das Mulheres.
Ameaçadas de despejo e sem dinheiro pra pagar meses atrasados, estão recorrendo às graças do governo estadual.