Desistência


João de Deus (PSDC) abre mão da suplência de Ulysses, na CVM, porque quase nada vai poder fazer exercedo vereança em menos de 180 dias.
“Estou mais focado na minha candidatura para a prefeitura e mandato tampão acaba atrapalhando”, conclui João.