Esperança


“Mas vamos buscar espaço na agenda do ministro Meirelles para que nossas prioridades também sejam levadas em conta. Atingidos com pouco mais de 10% de suas dívidas, são estados que ficaram fora da renegociação.”