Renúncia


João de Deus (PSDC): “Analisamos a conjuntura atual do estado e do próprio município, fizemos projeções e decidimos que assumir a vereança em fim de mandato não seria conveniente, por restar apenas 180 dias pra trabalhar”.