Tudo ou nada



Com bandeira do ‘nem Dilma, nem Temer’, Randolfe segue defendendo eleição já, em outubro, a partir da cassação de chapa, via TSE.