Fora!



“A mando dos ‘gurgéis’, André Abdon me expulsou do PP, mas recorri à Justiça, onde estou litigando pelo direito de defesa e do contraditório, como manda a Constituição”, me disse Edinho, nesta quarta 21.