Abismo


“Subindo nas mesas pra impor vontades é caminhar pra radicalização e a um suicídio coletivo. É parar pra pensar e encontrar um caminho pro país que pode ser, sim, a renúncia, mas que pode não ser. Mas antes vamos abrir mão das nossas posições como se fossem verdades absolutas”.
Cristovam Buarque, senador, a propósito de gritos e safanões no Senado, recentemente.