Adulteração


Helder Ferreira (OAB-AP): “Defendo que, inicialmente, teria que se apurar a validade das gravações entre o dono da JBS e o presidente Temer, porque peritos constataram que há cerca de 50 edições naquela gravação”.