Bode expiatório


Gilvam culpa Davi pela boataria sobre PMDB ter recebido R$ 500 mil da JBS, como reforço de caixa na campanha pro Senado, em 2014.
Os dois, bote tempo, são tidos e havidos como almas que não se cruzam.