Custo zero


Conforme explica Max da AABB, presidente da Comissão de Orçamento e Finanças da Alap, dinheiro destinado à construção do novo presídio não sairá dos cofres do Estado.
Mas, sim, recursos federais que se não forem usados, voltarão para a União.