Intencional



Mais: que no caso do asfalto até Oiapoque, a demora é proposital, porque políticos cobram das empresas que trabalham na conservação de perímetros problemáticos, “por onde se torna mais fácil ganhar dinheiro”. diz o empresário.