Retrocesso


Capi (PSB) justifica empenho pessoal dele para que reforma trabalhista não seja aprovada no Congresso:
“Porque objetivo é eliminar a legislação que protege os trabalhadores e beneficiar os empregadores”.