Sumiço


Com menos de 5 meses de mandato, prefeito Vitor Brito (Itaubal) já está sob ameaça de cassação —por nepotismo e ausência quase permanente do município.
Detalhe: a maioria dos vereadores está contra ele.