Abusos


Elayne Cantuária (juíza): “Hoje a apuração de infrações disciplinares de juízes conta com mais uma seara, que é o CNJ, que foi criado num contexto em que todos queriam um controle externo da magistratura; o CNJ como é a 2ª instância para julgamentos de ações contra juízes após decisão do STJ. Mas permite, claro que as partes processuais manejem o pertinente processo de controle administrativo”.