Defesa


Maurício critica o MP por ter representado contra João Lages no CNJ. Afirma que toda decisão que desagrada promotores é alvo de perseguição, como se “eles” fossem donos da verdade.
Esse duelo vai longe.