Defesa


Em prisão domiciliar, Moisés Souza (PSC) apresentou defesa escrita nesta quinta à Alap no processo que pede a cassação do seu mandato.
Ele se diz inocente, atribui culpa a Michel JK e detona o presidente da comissão de ética, Paulo Lemos (PSol).