Togado


Recém eleito (3º mandato), prefeito Bessa, de Porto Grande, condenado na Justiça por apropriação indevida de bens públicos, vai cumprir prisão em regime semiaberto, no período de 4 anos e 6 meses.