“Meia boca”


Feijão: “O parlamentar quer mesmo é se reeleger, e esse Distritão transforma todo o complexo das eleições proporcionais em uma majoritária, na realidade uma super pinguela, com candidaturas novas morrendo nos nascedouros; isso é um golpe na democracia, pois diminui a capacidade de se renovar; é ‘meia boca’ para manter velhos nomes no Poder”.