Esperança


Randolfe, Davi e Cabuçu saíram otimistas da audiência que tiveram nesta quinta com Cármen Lúcia (STF), que prometeu colocar recurso do Plano Collor na pauta mais tardar até março de 2018.