Braveza



Haroldo TopFiat (PPL) estreou com petardos no fígado do presidente Kaká (Alap).
Porque, no achismo dele, reforma do prédio sede da instituição vai custar muito mais que aqueles R$ 3,7 mi na placa da obra.
Em miúdos: R$ 11 milhões, ao fim e ao cabo —ele dizendo.