Conexão


Valdinei Amanajás (Caesa) anuncia estudo técnico para interligar Cabralzinho à adutora que distribuirá água aos bairros da zona oeste de Macapá, ao custo de R$ 3,6 milhões.