Economia


“Além da celeridade da obra, ainda sobraram R$ 65 mil de R$ 1,5 milhão que disponibilizei, através de emenda parlamentar, mais contrapartida de R$ 62 mil da PMM, o que inspirou apresentar projeto aprovado no Senado, e já chegou à Câmara, tornando o aplicativo obrigatório”.
Senador João Capiberibe (PSB)