Parede


Movimentos sociais e sindicatos do Amapá aderiram à greve nacional dia 19 contra aprovação da reforma da previdência. Genival Cruz (Rodoviários) promete parar o estado.