Rebate



Paulo Lemos (Comissão de Ética) diz que defesa de Moisés tem direito a falar o que quer, mas se não apresentar provas, nada terá efeito positivo para ela.