Distorção


“Não é aceitável que a EC assegure direitos e o decreto restrinja direitos como ocorreu com prestadores de serviços e terceirizados do Amapá, mas não limita direitos para os ex servidores de Roraima, como aos chamados ‘recibados’ daquele estado.
Senador Randolfe (Rede)