Questionamento


Maurício Pereira diz não entender alegação do juiz Anselmo Gonçalves pra não soltar Feijão e Badu:
“Forte influência que eles exercem no estado”.

Absurdo
“Não se pode concordar com fundamento usado pra manter prisões de Feijão e Badu. É mais uma criminalização da atividade política no Brasil”.
Maurício Pereira, advogado