Ramerrão


Tjap julga na quarta, 18, Caso Cootran, investigado na Operação Eclésia, com prejuízos de mais de R$ 5 mi ao Legislativo Estadual.
Moisés e Edinho voltam a ocupar bando dos réus.