Recuo



Helder Ferreira (OAB) ecoa brado por pacificação pelo STF do entendimento de se manter ou não prisões após condenação em 2ª instância.