Médico e ex-deputado, nessa ordem, Manoel Brasil apenas se revela entusiasmado, mas ainda não admite nova candidatura, em outubro.

“O revés eleitoral, quando perdi mandato, não diminuiu minha vontade de seguir fincando bandeira pelo bem do Amapá”, disse Brasil.