Reticente



Marcos Roberto acha pouco provável que o PT ainda mude de ideia sobre com quem coligar, porque 3 das 4 tendências do partido já estão fechadas com WGóes.
Mas reafirma: “prioridade mesmo é eleger Lula e fazer uma boa bancada de federais.”