À vontade



Quem quiser pode até abrir comércio em dias de jogos da seleção brasileira, “independentemente do poder público decretar ou não ponto facultativo”, explica nota da Fecomércio, nas redes.