Confusão



Advogado Marlon Marciano, da defesa de Agostinho Silvério, ainda está sem entender decisão de Noronha (CNJ) “por afastar o desembargador do cargo de corregedor do TRE/AP, função exerceu em 2014 e que já deixou faz bom tempo”, segundo interpreta.