Em apuros



Além de Acácio (CVM), quem também vai responder na justiça por improbidade em ação proposta pelo MP-AP é o ex-prefeito de Amapá, Francisco de Assis Leite Teixeira.
Por simulação de licitação.