Independência



Ainda Randolfe: “É melhor ter independência necessária para emitir opinião; aprendi em Brasília que o cidadão se coloca lá por sua atuação e não por sua subserviência; não ser submisso a qualquer interesse é estar à altura da sua representação, porque, afinal, o povo me escolheu para ser porta voz da representação popular, a quem devo estar submetido”.