Plano Collor



Quem pedia trâmite mais rápido da ação no STF que pede reposição de perdas do Plano Collor, pisou firme no freio e torce agora para julgamento, que está 4 a 4, ocorrer só após setembro, quando Cármen Lúcia, que votou contra, passará coroa a Dias Toffoli.