“Tão logo sejamos notificados vamos recorrer. Com todo respeito ao magistrado, temos como comprovar que essas denúncias são improcedentes”.
Pedro Filé, Sejuv