Desleixo



“Maioria por ausência de documentos, falta de desincompatibilização de agentes públicos e enquadramento na Lei da Ficha Limpa”, adita a procuradora.