Martírio



Apesar dos avanços graças a investimentos feitos pelo GEA, longas filas para cirurgias ortopédicas no HE não acabam nem diminuem, infelizmente.
Até quando meu Deus?