‘Diabinhos’



Parece que não tem jeito mesmo: sujeira na Orla de Macapá está fadada a ficar para a prosperidade.
Lixarada parida durante eventos e ‘santinhos’ – que na realidade são ‘diabinhos’ – de candidatos proliferam, causam mal estar e emporcalham a cidade.