Sim e não



Papaléo não descarta preferência pela sucessão de Clécio em 2020; mas escanteia ser promessa de Davi, caso eleito governador.