Se parlamentares federais eleitos e reeleitos cumprirem o que prometeram, nos palanques, vai chover dinheiro no Amapá, tão logo ocupem assento em Brasília.