Apoio



Sobre a quem ceder ombro amigo no 2º turno, Clécio e Randolfe, certamente, ainda não sinalizaram GPS, “porque decisão caberá ao coletivo, onde vários partidos estão alinhados com os princípios democráticos”, pondera Paulo Lemos (PSOL).