Economia



Para barrar tanta gastança, reforma política prevê readequação de privilégios dos congressistas. É viável porque há parlamentares menos gastadores que trabalham melhor que os perdulários. Estão previstos cortes de motorista, carro oficial e auxílio-moradia, entre outros.