Enganação



Usando slogan “Exército da Libertação” e pregando solução para o desemprego, a entidade passou a ser acusada de praticar “golpe eleitoral”, porque cobrava o voto como contrapartida.