Livre



Acusado de maus feitos no Pará, presidente nacional do PROS, que era tido como foragido, apresentou-se nesta terça (23) à PF em BSB.
Foi, conversou com delegados e agentes e em seguido saiu pela porta da frente, porque lei eleitoral proíbe prisões até a próxima semana.