No páreo



Ministro Og Fernandes (TSE) negou liminar a RGóes (PDT-AP), mas não o impede que siga em campanha normalmente e com nome mantido nas urnas.
“O que pra militância, principalmente, soa como uma explosão de efeito positivo até, com sede de provar que o candidato está vivíssimo e que emplaca reeleição, mesmo enfrentando trancos e barrancos”, avaliam robertistas mais otimistas.