Ufa!



Enfim, acabou a propaganda política no rádio e televisão.
Aquela avalanche de mesmísse insuportável, tipo “Fake news,
Bope, Catarata, GTA, Soja, parcelamento salarial e tantas outras”, todas sem pé nem cabeça.
Já não aguentava mais!