À luta



Mesmo ainda mais à brinca do que a sério, Paulo Lemos (PSol) admite à boca pequena:
Nem tão acelerada, mas já está, sim, com a máquina na pista pela sucessão de Clécio, em 2.020.