Dificuldades



“É claro que tem bons profissionais, mas em algumas receitas eles têm dificuldade de lidar com a atenção básica; outra situação é que o governo brasileiro paga em torno de 15 mil por cada profissional, mas eles só recebem 1 mil dólares, ficando o restante com o governo cubano”.
Eduardo Monteiro, médico