Indiciamento



Sem ter identidade revelada, um servidor do MPF foi indiciado nesta segunda-feira pela Polícia Civil por exercício ilegal da advocacia.
Atividade dupla só foi descoberta porque ele se apropriou de mais de R$ 132 mil de um cliente em uma ação trabalhista.